Visitantes

sábado, 8 de junho de 2019

Talvez Depois



A vida é complexa, fascinante e enigmática. Vez que sua materialidade tem prazo de encerramento, nos pegamos na indagação de sua única certeza, que é a morte. Em meio a essa busca de respostas para tantas perguntas sobre a existência humana, chega a um momento que se percebe que tantas buscas não nos leva a nada.

Assim seguimos, rumo ao desconhecido. Penso tanto, que por vezes desisto. Mas se penso, logo existo, essa desistência logo é encerrada. Como já disse outras vezes, não é fácil ser eu, um destino sem dor me foi negado. Mas sigo, hora calado, hora falante, vezes agitado e radiante.

Acredito no arrependimento, na mudança de vida. Quem nunca foi traído? Enganado? Perdoar as vezes parece fácil, porém esquecer não. É com diz minha mãe: "Quem bate sempre esquece, quem apanha não". Rogo sempre ao Divino Pai Eterno,  para que em sua infinita graça, extirpa o vil amigo, e afugenta a traição.

Muitas coisas sabemos que devemos fazer, porém a incerteza nos faz adiar, e essa procrastinação torna uma pedra em nosso sapato. Que se faça o que tem de fazer, pois tempo perdido é irrecuperável. Talvez depois pode ser tarde. Não deixe para amanhã o que se pode fazer hoje. Se ama diga que ama, se tem vontade faça, porém assuma as consequências de suas ações.

Talvez, o depois não nos pertença mais, e o arrependimento se torna nosso eterno companheiro. Acredito na imortalidade da alma, na predestinação. Nada acontece por acaso, todos que nos conhecemos, nossos destinos foram traçados.

Que não percamos a fé, a esperança na vida, que por mais que muitas vezes pensamos em deixar para talvez, para depois, que nossas decepções em algumas pessoas não nos faça deixar de crer que ainda existem pessoas honestas e de bom coração.

A imagem acima, trata-se de um foto minha tirada pelo meu amigo e futuro engenheiro civil, Gabriel Martins Feitosa, no setor de Chácaras Capão Cumprido em São Sebastião. Foto essa pela qual tenho enorme apreço. Sou eternamente grato ao Gabriel, que por sinal também é desenhista uma vez me desenhou, depois publico para vocês verem.

Muito obrigado pela leitura, muita luz e paz em suas vidas. Até o próximo texto.
Forte abraço

Edir Rodrigues
noriega@edirrodrigues.com

Nenhum comentário: